Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados.
Difícil é sentir a energia que é transmitida.
Aquela que toma conta do corpo como uma corrente elétrica quando tocamos a pessoa certa.


Carlos Drummond de Andrade

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Flor à Iemanjá